fbpx

Áreas de Atuação

Urologista atende a pacientes adultos e pediátricos, nas cirurgias urológicas dos mais variados graus de complexidade.urologista em Natal

O urologista  realiza cirurgias que podem ser por via aberta (convencional), endoscópica (endourológica) ou laparoscópica. O tipo de cirurgia a ser realizada dependerá do caso específico de cada paciente.

  • A cirurgia convencional é o tipo de cirurgia tradicional, que todos já ouvimos falar. Ela consiste na abertura dos tecidos com os instrumentais tradicionais (bisturi, tesouras, pinças etc.), precisando do contato direto das mãos do cirurgião com os órgãos a serem operados.
  • A endourologia é um método cirúrgico que utiliza aparelhos com câmera no interior das vias urinárias. É muito utilizada para tratamento do aumento benigno da próstata (hiperplasia benigna da próstata) e cálculos urinários (popularmente chamados de pedras nos rins). Os principais procedimentos realizados nessa área são: ureterorrenolitotripsia rígida, ureterorrenolitotriospia flexível, nefrolitotripsia percutânea, ressecção endoscópica da próstata (RTU de próstata), uretrotomia interna, cistoscopias, correção de refluxo vésico-ureteral, entre outros.
  • Já na cirurgia por laparoscopia ocorre a introdução de câmera na cavidade abdominal, permitindo muitas cirurgias urológicas, como por exemplo a retirada dos rins por diferentes causas (nefrectomia) e a retirada da próstata (prostatectomia), além de outras.

Seguem alguns exemplos de cirurgias muito realizadas na nossa rotina:

  1. Hipospádias (Correção cirúrgica de hipospádias) – são cirurgias no pênis com o objetivo de corrigir a posição do meato uretral (abertura por onde sai a urina no pênis), que se encontra antes da sua ponta desde o nascimento.
  2. Pieloplastia – cirurgia que objetiva corrigir um estreitamento no canal que conduz a urina do rim para a bexiga, mais precisamente em sua porção inicial (Junção Uretero-Piélica – JUP). Pode ser realizada tanto por via laparoscópica quanto convencional. Em alguns casos, também por via endourológica.
  3. Postectomia – cirurgia que visa à remoção da pele que cobre a glande peniana (prepúcio). Na maioria das vezes, esse tipo de cirurgia é indicada para o tratamento de fimose (quando o prepúcio não retrai satisfatoriamente para expor a glande), problemas de inflamações de repetição, entre outros.
  4. Prostatavesiculectomia radical – cirurgia para retirada da próstata e vesículas seminais, quando o paciente está com câncer de próstata. Também pode ser realizada por laparoscopia ou convencionalmente.
  5. Prótese peniana (implante de prótese peniana) – esta cirurgia é indicada para alguns homens com impotência sexual por insuficiência peniana própria, ou seja, afastando as causas de impotência de origem emocional. Além disso, também se reserva a casos que não respondem aos demais tratamentos medicamentosos.
  6. Ureterorrenolitotripsia – cirurgias endoscópicas realizadas por meio de aparelhos delicados que entram nas vias urinárias através da uretra e assim consegue retirar cálculos urinários (ou litíase urinária) no ureter e no rim. Esses aparelhos se chamam ureteroscópios e possuem uma câmera na sua extremidade, que vai projetar a imagem do interior das vias urinárias em um monitor de imagem, possibilitando que o urologista encontre os cálculos. Por dentro desses aparelhos, instalamos fibras de laser e outros materiais que permitem a quebra e retirada dos cálculos urinários.
  7. Varicocele – Correção cirúrgica – realizada para correção varizes escrotais, ou seja, veias do testículo que se tornam varicosas e que algumas vezes podem estar associadas à infertilidade masculina.
  8. Vasectomia – necessária quando se opta pela esterilização masculina, assim não sendo mais possível que um homem engravide sua parceira / esposa naturalmente.

Estamos à disposição para atender você e sua família!