fbpx

Publicações

Em parceria, SBP e SBU promovem guia de urologia pediátrica entre pediatras

O documento, elaborado em parceria pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), aborda os principais temas de interesse urológico e nefrológico, reunidos em prol da atualização médica dos especialistas que atuam na assistência diária de crianças e adolescentes.

A versão digital do conteúdo, que está disponível gratuitamente nos sites da SBP e SBU, conta com aproximadamente 500 páginas e é seccionada em 26 capítulos. O livro apresenta definições, métodos diagnósticos e indicações para conduzir patologias de significativa prevalência, como: Disfunção vesico-intestinal; Varicocele; Enurese; Bexiga neurogênica; Infecção urinária na infância; Hidronefrose pré-natal; Fimose; Obstrução da junção ureteropielica (JUP); Refluxo Vesicoureteral; e outras.

A publicação também orienta os pediatras a utilizar os exames de imagem como ferramenta auxiliar para a identificação das doenças, assim como a realizar a avaliação urológica tanto na criança quanto no adolescente.

CAPACITAÇÃO – Segundo a presidente do Departamento Científico de Nefrologia da SBP, dra. Nilzete Liberato Bresolin, por diversas vezes, os pediatras são os primeiros a atender pacientes com doenças relacionadas aos sistemas urinário e reprodutor. Por isso, é fundamental que os especialistas estejam em alerta para reconhecer as patologias de forma precoce e proceder ao adequado encaminhamento quando necessário.

“Muitas condições que afetam as crianças e adolescentes ainda são negligenciadas ou diagnosticadas tardiamente. O Departamento de Nefrologia da SBP, em conjunto com o Departamento de Uropediatria da SBU, elaborou esse documento justamente para reduzir as lacunas da formação geral do pediatra e contribuir com a qualificação dos profissionais”, informou.

Na avaliação do dr. Ubirajara Barroso Jr., da diretoria da SBU, há uma grande intercessão entre urologia r nefrologia pediátrica. Por esse motivo, é providencial que aconteçam cada vez mais ações em parceria. “O Guia contribui para a educação médica e constitui-se também como uma ferramenta prática e objetiva para o dia a dia de atendimentos em ambulatórios e consultórios. A intenção é permitir consultas rápidas a um conteúdo completo e embasado nas evidências científicas mais recentes”, concluiu.

 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O GUIA

 

Fonte: Sociedade Brasileira de Pediatria

Compartilhe esse Post

Deixe uma resposta